Com quem sua Lua combina?

Início Lua > Com quem sua Lua combina?

A Lua rege nossas reações emocionais, carências, tipo de sensibilidade e o que nos conforta e nos faz sentir nutridos. Cheque nos signos para saber com quem a sua Lua combina.

 Lua em Gêmeos combinando com...  

 

Com a Lua em Áries

A pessoa de Lua em Áries é aberta para estímulos e experiências novas. Seus sentimentos respondem bem a uma vida bastante ativa e cheia de descobertas. É independente o suficiente para deixar os que convivem com ela soltos e livres.


A pessoa de Lua em Gêmeos é curiosa e está sempre pronta para conhecer gente nova. Não sente que precise sempre rebocar o outro, nem se fechar para o mundo porque a outra pessoa não o acompanha ou se sentiria abandonada. Uma convivência bem animada!

Com a Lua em Touro

A falante personalidade da Lua em Gêmeos precisa pôr em palavras o que sente para poder se sentir melhor. Então quer conversar, perguntar, dar explicações, pedir explicações... interpretar o que o outro sente... Nada que para uma Lua em Touro não se explicasse com práticas e com expressivos gestos de carinho.


Não é o que as pessoas falam mas o que fazem é que conta para esta realista Lua em Touro. Esta parecerá pouco sofisticada e muito possessiva para a Lua Geminiana que se nutre sempre de vários vínculos e afetos simultâneos. Dar-se com muitas pessoas é mais satisfatório para esta Lua do que fixar- se em uma única pessoa.

Com a Lua em Gêmeos

Serão uma agradável companhia e terão uma convivência cheia de atividades variadas e participação de grupos e amigos. Tudo menos monotonia. Gostam de saber o que estão sentindo e de expressar o que se passa com suas emoções.

Conversam muito e passam bastante tempo se explicando e analisando o que está acontecendo com eles e à volta deles.

Não guardam nada para si: o que sentem é imediatamente narrado, pois acreditam em uma convivência com diálogo. Tudo pode ser debatido e negociado, mesmo os assuntos mais delicados. Não esperam que sintam igual a eles, mas sim que entendam como estão se sentindo. Ambos acreditam que as emoções variam e que o humor também. Não contam que as pessoas reajam sempre da mesma maneira e nem que se contentem em viver sempre e exclusivamente ao lado das mesmas pessoas.

Gostam de aprender com suas experiências emocionais.

Com a Lua em Câncer

Esta é uma difícil combinação. A Lua em Câncer é emocional, sensível, intimista, necessita de muita atenção, se magoa com facilidade e não esquece o que a tocou. A Lua em Gêmeos tem a memória curta, logo logo a emoção já é outra. Não aguenta o grude das carências e nem o excesso de sentimentalismo.

Sente-se sufocada quando a convivência é muito estreita e precisa trocar com pessoas variadas para se sentir alimentada. Isto para uma Lua em Câncer é leviandade e descompromisso, quando não traição.

Para esta Lua em Gêmeos qualquer emoção se segura na razão, para a outra, a emoção é que deve sempre prevalecer.

Com a Lua em Leão

Esta pode ser uma convivência divertida. A Lua em Gêmeos está sempre trazendo algum assunto novo, conhecendo pessoas diferentes, aprendendo algo e trazendo para a intimidade um mundo curioso e variado. Ao lado deles a vida nunca é monótona e têm uma forma inteligente de colocar os sentimentos, mostrando sempre as várias facetas com que uma emoção pode ser vivida.


A Lua em Leão se sente infeliz com uma vida que não tenha um sabor de festa, alegria e gratificação e nunca acha que suas emoções sejam as mesmas de todo mundo. O que sentem sempre é especial e merece atenção. A Lua em Gêmeos dará um jeito de torná-los mais flexíveis, de lhes mostrar a gama de sentimentos e reações que existem, e que a deles não é a única nem a melhor.

Com a Lua em Virgem

Ambos são racionais e gostam de analisar e pensar sobre emoções e sentimentos. Conseguem ter um distanciamento em relação ao que estão passando e sempre desconfiam das pessoas tomadas pelos sentimentos. Sentem-se desconfortáveis com transbordamentos emocionais. Tanto os seus próprios quanto os dos outros a sua volta.


A convivência pode ser tensa sem que nenhum dos dois relaxe e deixe os sentimentos fluírem espontaneamente.

Com a Lua em Libra

Esta é uma excelente combinação. Ambos se sentem muito à vontade com uma intensa vida social onde muitas pessoas participam de seu mundo e de sua convivência. Habituaram-se a compartilhar com várias pessoas, a terem relacionamentos variados com intensidade e níveis diferentes e a se alimentares justamente de muitos elos, e não de parceiros exclusivos.


Estranham possessividade, ciúme, controle. Pouco passionais, não gostam de se sentir absorvidos por emoções muitos intensas. Têm muita facilidade em explicar os sentimentos, mas não em senti-los. Usam muito bem as palavras para expressar o que sentem.

Com a Lua em Escorpião

É uma dessas convivências impossíveis. Os sentimentos da Lua em Gêmeos são leves, explicáveis, racionais, “civilizados”. Já os da Lua em Escorpião são intensos, profundos, radicais e misteriosos.


As pessoas de Lua em Escorpião são consumidas por eles. As pessoas da Lua em Gêmeos se mantêm sempre distante o suficiente para decifrarem os sentimentos justamente para não serem “devorados” por eles.

Com a Lua em Sagitário

Mais uma dessas oposições complementares. A eterna variação e multiplicidade das emoções da Lua em Gêmeos mantém a Lua em Sagitário permanentemente interessada e atraída, já que não consegue conquistá-la completamente. Tem sempre alguma coisa que escapa ou que muda, ou que apresenta outra faceta. Isto é o suficiente para manter a busca da Lua em Sagitário sempre viva.


Ambos se alimentam de informação, cultura e aprendizado. Serão companheiros incomparáveis de estímulo intelectual. Viverão em movimento e atrás de experiências ainda não vividas. Zero de acomodação e tédio.

Com a Lua em Capricórnio

Esta é outra convivência improvável. Só o que eles têm em comum é uma tendência a racionalizar os sentimentos e a detestar as emoções que os controlem. Eles é que gostam de controla-las. A Lua em Gêmeos busca sempre uma explicação para o que estão sentindo e desenvolvem uma teoria para suas emoções. Para a realista Lua Capricorniana na maioria das vezes é só uma suposição. Aquilo só está acontecendo dentro da cabeça deles. É Uma construção, um equívoco. Na prática, só contam as emoções que correspondem a um fato real e comprovado.


Isto pode parecer um pouco duro e frustrante para as pessoas de Lua em Gêmeos. Por outro lado, a Lua em Gêmeos é sempre um pouco dividida em relação aos seus sentimentos e a Lua em Capricórnio é muito certeira e definitiva para suportar bem estas a oscilações.

Com a Lua em Aquário

Nada como uma convivência entre pessoas que têm a mesma necessidade de variar seus relacionamentos e trocar com pessoas diversas. Ninguém é de ninguém. Nunca é só com uma pessoa que conseguimos satisfazer todas as nossas necessidades emocionais. Pelo menos é assim que sentem as pessoas de Lua nestes dois signos.


Ambos conseguem também um raro distanciamento da situação para analisarem de fora o que estão sentindo – como se aquilo passasse com outra pessoa. Conseguem assim ter reações menos emotivas e serem menos atingidos com que acontece com eles. Também ambos acham muito natural que os sentimentos variem. Ora esquentam, ora esfriam... ora aproximam, ora afastam... muito normal.

Com a Lua em Peixes

Seus universos mal se tocam. A Lua em Gêmeos é comunicativa, sociável, extrovertida e fala dos seus sentimentos com desenvoltura e distanciamento. Trata as emoções como algo a ser estudado e entendido. Fica assim sempre de fora dos sentimentos. A Lua em Peixes é sensível, totalmente mergulhada nos sentimentos. É tocada por tudo que o se passa a sua volta... como uma esponja.
Nada lhe é indiferente ou não lhe diz respeito. É preparada para compreender o que se passa com alguém, sem julgá-lo... apenas sentido junto. E muitas vezes em silêncio.

Cadastre-se para receber nossa newsletter:

Contato

Telefone: (21) 96973-0700

E-mail: comunicacao@marciamattos.com

Redes Sociais:

  • YouTube marcia mattos
  • Instagram marcia mattos
  • Facebook - Marcia Mattos
  • Spotify marcia mattos

© 2019 por Marcia Mattos